Entulho de obra: Como descartar de forma correta

O acúmulo de entulho em obras da construção civil é algo bastante comum, e os envolvidos no projeto não podem simplesmente deixá-lo no canteiro. É importante descartá-lo de forma correta, para que não prejudique o meio ambiente, o orçamento e o andamento da obra, além de manter o projeto em conformidade com a lei.

Para que você não tenha problemas em uma construção, a seguir, vamos explicar o que é o entulho da obra e como fazer o descarte da maneira correta. Continue lendo o post e confira!

O que é entulho de obra

De acordo com a Resolução número 307 de 2002 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), entulhos são os materiais residuais “provenientes de construções, reformas, reparos e demolições de obras da construção civil, e os resultantes da preparação e da escavação de terrenos”.

Encaixam-se nessa classificação itens como tijolos, blocos cerâmicos, concreto em geral, solos, rochas, metais, resinas, colas, tintas, madeiras e compensados, forros, argamassa, gesso, telhas, pavimento asfáltico, vidros, plásticos, tubulações, fiação elétrica, entre outros.

Os materiais são classificados em 4 classes (A,B,C e D) e devem ser separados corretamente em seus grupos, antes do descarte.

Como fazer o descarte correto

Segundo a Resolução nº 307/2002 do Conama e a Política Nacional dos Resíduos Sólidos, o descarte de entulho é responsabilidade dos geradores desses resíduos na construção civil, transportadores, recebedores e administradores públicos.

Há algumas diferenças no modo de coleta de acordo com cada município, já que a legislação de cada um é diferente. Entretanto, existem 3 maneiras mais comuns de fazer o descarte correto. A primeira delas é destiná-los à coleta domiciliar, porém, só é possível descartar 50 kg de entulho por dia, por imóvel. Além disso, o entulho tem que estar fragmentado e acondicionado da maneira certa.

Outra forma de descartar entulho de obra é deixá-lo em um ecoponto, isto é, um ponto de coleta gratuito de entulho. Entretanto, esses locais também têm um limite de entrega por dia, que é de 1m³. O entulho deve ser separado e entregue no ecoponto pelo gerador.

A última maneira mais tradicional de fazer o descarte é contratar uma transportadora de resíduos. Para empregar um negócio de confiança, você pode verificar na prefeitura de seu município a lista de empresas cadastradas para realizar esse serviço.

É importante lembrar que nem sempre é preciso descartar o entulho. Em alguns casos, ele pode ser reutilizado, reciclado, vendido ou doado. Antes de descartá-lo, veja se há algum modo de reutilizar o entulho (ou parte dele) na própria obra. Assim, você não precisa gastar tempo e nem dinheiro com a logística do descarte.

Caso não tenha como utilizá-lo no projeto, descubra se há um ponto de reciclagem ou se é possível fazer esse serviço no próprio canteiro da obra para que esses materiais de construção sejam reaproveitados de outra maneira.

Para reciclar um entulho de forma simples, basta fazer a triagem dos materiais, triturá-los e classificá-los. Reutilizar ou reciclar o entulho de sua obra é interessante, porque você diminui os impactos ambientais e, como foi dito, ainda pode economizar na logística.

Dependendo do material, há a possibilidade de vendê-lo ou doá-lo para outras pessoas, porque mesmo que não tenha mais utilidade para você, é possível que seja útil para outro profissional ou indivíduo. Dessa forma, a produção de lixo diminui e você também economiza o dinheiro do descarte.

Agora que você já sabe o que é o entulho de obra e como fazer o descarte correto, não se esqueça de colocar essas dicas em prática. Para saber mais sobre materiais de construção e dicas sobre esse serviço, acesse o nosso site!

Comments

Comentários


Um comentário sobre “Entulho de obra: Como descartar de forma correta

Deixe uma resposta