Site icon Blog da Inove Sua Obra

Conheça os diferentes tipos de tijolo

No Brasil, existem diversos tipos de tijolos que podem ser usados para fazer a estrutura e a decoração de imóveis. Cada um dos modelos tem suas vantagens, desvantagens e é indicado para determinados projetos.

Os profissionais da construção civil precisam conhecer bem esses tijolos para saber quando usar cada modelo. Por isso, separamos aqui neste post os principais tipos de tijolos usados no Brasil. Continue lendo o artigo para conhecê-los e aprimorar o seu serviço!

Cerâmica

O tijolo de cerâmica é um dos mais utilizados no Brasil, porque é fácil de ser encontrado e tem um custo baixo. Ele é feito a partir da queima de argila em um processo artesanal.

É por isso que não há um padrão em todos os tijolos de cerâmica. Isso é uma desvantagem, já que pode causar problemas na obra. Mas, outra vantagem desse tijolo é que ele é bastante versátil e existem variações dessa peça. Algumas das principais são:

Baiano

É um dos tipos mais utilizados, porque ele tem furos que melhoram a aderência da argamassa. É indicado para fazer somente vedação, porque é leve e não suporta pesos estruturais. Por ser bem leve, ele quebra com facilidade.

Maciço

O tijolo maciço não possui furos e tem como principais vantagens o fornecimento de isolamento acústico e térmico. Por outro lado, ele demanda bastante argamassa e, assim, acaba prolongando o tempo da obra e aumentando o custo do projeto. É por essa razão que ele costuma ser usado apenas na decoração de paredes.

Laminado

Também conhecido como tijolo de 21 furos, o modelo laminado é muito usado em churrasqueiras, cozinhas e áreas externas por sua beleza. O indicado é esconder a parte furada e deixar a parte lisa aparecendo na decoração.

Concreto

O tijolo ou bloco de concreto é feito a partir da mistura de cimento, areia, água e aditivos. Ele é produzido de maneira industrial, então diferentemente do tijolo de cerâmica, esse tem um padrão entre as peças.

Esse modelo é mais pesado que outros, o que dificulta seu transporte. Porém, ele também é mais resistente. O tijolo de concreto ainda é vantajoso, porque fornece isolamento acústico e economiza argamassa na obra.

Existe mais de um tipo de tijolo de concreto, sendo que ele pode ser estrutural ou de vedação. Como já diz o nome, o primeiro pode ser usado para fazer a estrutura do imóvel, porque é muito resistente.

E o segundo é menos resistente, por isso só deve ser utilizado para fazer vedações, como muros e paredes, que sejam sustentadas por outros elementos, por exemplo, vigas e pilares. Devido a sua aparência, o tijolo de concreto ainda pode ficar aparente na construção se o cliente desejar.

Ecológico

O modelo ecológico é feito da mistura de cimento, terra e água. Ele tem esse nome porque não precisa ser cozido. Sendo assim, ele não emite poluentes no meio ambiente.

Além de ter um impacto menor na natureza, outra vantagem desse modelo é que ele consome pouca argamassa. Dessa maneira, ele diminui o custo da obra e a quantidade de entulho, o que é bom para o meio ambiente novamente. Esse tijolo ainda fornece bom isolamento acústico e térmico.

Ele pode ser usado em vedações, estruturas e também pode ficar aparente no imóvel. Sua desvantagem é que ele ainda é pouco produzido no país.

Vidro

Os blocos de vidros são usados apenas de forma decorativa para separar ambientes e não podem ser utilizados na estrutura de uma construção. Suas principais vantagens são a beleza, elegância e iluminação que trazem para os espaços. Mas, eles têm um custo alto. Por isso, dependendo do projeto, é preciso ter cuidado para não extrapolar no uso dessa peça.

Agora que você conhece os principais tipos de tijolos usados no Brasil é mais fácil saber quando utilizar cada um, não é mesmo? Para continuar descobrindo mais sobre a área é só conferir mais posts da Inove Sua Obra!

Sair da versão mobile