fbpx

Blog da Inove Sua Obra

Acesse materiais inovadores: "Como Assentar Piso" até vídeos de clientes satisfeitos sobre nivelador de piso, porcelanato, amarração de ferro, entre outros conteúdos de alto valor.

5 dicas sobre o uso da argamassa

A argamassa é um material que está sempre presente em obras. Ela é feita a partir da mistura de cimento, cal, água e areia, sendo que ainda pode conter aditivos em alguns casos, como barro e elementos químicos.

Essa mistura pode ser aplicada em diferentes partes de uma construção e, por isso, existem vários tipos de argamassa. Cada modelo é indicado para usos específicos, então é muito importante conhecê-los.

Pensando nisso, separamos aqui 5 dicas sobre os principais modelos e o uso da argamassa. Continue lendo para descobrir mais sobre essa mistura!

1. Escolha a argamassa correta para o assentamento

Atualmente, para fazer um bom trabalho no assentamento de sua obra, você deve usar a argamassa específica para esse serviço. 

A argamassa de assentamento é impermeável, livre de aditivos, possui uma ótima aderência e resistência justamente para não prejudicar a obra. Ela é indicada para unir elementos estruturais, como blocos e tijolos, e fazer vedações.

2. Lembre-se de usar a de revestimento

Utilizar a argamassa de revestimento em sua obra também é muito importante, porque ela tem como objetivo nivelar, cobrir e proteger alvenarias da parte estrutural da construção. E, como ela é feita exatamente para esses serviços, ela protege mais que outros tipos de argamassa.

Além disso, ela pode ser usada para corrigir defeitos na edificação. Uma argamassa de revestimento tem que ser manuseada facilmente para realizar bem o seu trabalho.

3. Analise seu objetivo antes de usar a colante

A argamassa colante se divide em 3 tipos principais: AC-I, AC-II e AC-III. Cada um deles tem uma indicação e, por isso, é necessário analisar o seu objetivo antes de escolher qual usar.

A AC-I, por exemplo, é resistente à temperatura, umidade e aos esforços. Sendo assim, essa argamassa é indicada para ambientes internos molhados ou secos, como banheiros, quartos e cozinhas. Mas, ela não é indicada para saunas, estufas e locais com revestimentos diferentes.

A AC-II tem uma aderência elevada, é resistente a cargas, temperatura e umidade. Por isso, seu uso é recomendado em fachadas, piscinas de água fria, pisos cerâmicos, de área pública ou externa.

Já a AC-III é a que tem a maior aderência entre as 3 e, por essa razão, ela é indicada para áreas bem quentes e que têm um movimento elevado de pessoas. Essa argamassa é recomendada, por exemplo, para saunas e piscinas de água quente.

4. Tome cuidado com o uso em peças nobres

Peças mais nobres, como as de mármore, granito e vidro, precisam de um cuidado extra para não serem danificadas. Então, nesses casos, pode ser interessante usar uma argamassa feita especialmente para elas.

5. Limpe bem a superfície antes de fazer o trabalho

Depois de selecionar a argamassa mais adequada para seu projeto, você precisa limpar bem a superfície com um jato de água ou areia antes de aplicar o material. Ainda, você tem que reunir todos os equipamentos que vai usar, como uma aplicadora de argamassa, misturar água na argamassa conforme a indicação do fabricante e só então começar a aplicação da mistura.

Agora que você conhece os principais tipos de argamassa e suas indicações, lembre-se sempre de analisar onde ela vai ser aplicada e com qual objetivo para escolher a mais adequada para o serviço.

E, se quiser adquirir materiais relacionados à argamassa para aprimorar o seu trabalho, visite a nossa loja virtual


2 comentários sobre “5 dicas sobre o uso da argamassa

Deixe uma resposta para inovesuaobra Cancelar resposta

%d blogueiros gostam disto: