fbpx

Blog da Inove Sua Obra

Acesse materiais inovadores: "Como Assentar Piso" até vídeos de clientes satisfeitos sobre nivelador de piso, porcelanato, amarração de ferro, entre outros conteúdos de alto valor.

Assentamento de piso: guia completo

O acabamento de uma obra tem que ser feito com muita atenção e capricho para ser bonito e não trazer problemas para a construção. Existem diversas tarefas que devem ser realizadas nessa etapa, sendo que uma das principais é o assentamento de piso.

Ele demanda vários cuidados que precisam ser cumpridos. Caso contrário, o assentamento não vai ser satisfatório e pode prejudicar o funcionamento de toda a obra.

Sendo assim, para realizar um bom trabalho, você precisa saber como fazer um assentamento de piso adequado em seus serviços. Por isso, preparamos para você um guia completo sobre esse trabalho!

É importante deixar claro que, dependendo da obra, pode ser necessário adicionar uma ou outra ação nessa etapa. Mas, todos os projetos de assentamento de piso têm que cumprir com as tarefas que serão listadas aqui. Continue lendo e confira como fazer um assentamento de piso de qualidade em seus serviços!

Como se preparar para o assentamento

Antes mesmo de colocar a mão na massa e fazer o assentamento, você precisa se preparar para esse trabalho. Ou seja, tem que planejar como ele será feito. Abaixo, listamos as 4 ações que devem ser realizadas nesse momento:

Combine o piso que vai ser usado com o cliente

Em primeiro lugar, você tem que combinar com seu cliente qual piso vai ser utilizado na obra. Na hora da escolha, vocês devem considerar o estilo do projeto, o gosto dos donos da construção e avaliar se as peças possuem as qualidades exigidas pela obra, como resistência e baixa absorção de água.

Lembre-se ainda de deixar claro para os clientes que na seleção de piso eles devem definir o tipo de peça que será usada, como cerâmica ou porcelanato, o tamanho e a aparência delas.

Planeje o layout do serviço

Em seguida, você precisa planejar o layout do assentamento, ou seja, como as peças vão ser posicionadas na superfície. Elas vão ser colocadas, por exemplo, em linha reta, na diagonal ou horizontal?

Isso é importante porque a localização das peças interfere na aparência do local. Além disso, saber como os pisos vão ser posicionados é importante para descobrir o número de exemplares que vão ter que ser usados no trabalho.

O recomendado é sempre comprar 5% a mais da quantidade de peças necessárias. Assim, se houver perdas durante o recorte ou assentamento dos pisos, por exemplo, o trabalho não vai atrasar por falta de materiais.

No planejamento do layout é interessante observar também qual é o canto que mais chama atenção no ambiente. Isso é essencial, porque é nesse lugar que você deve começar o seu assentamento. Dessa forma, as peças recortadas vão ficar em um canto menos chamativo.

Escolha a melhor argamassa

Depois de escolher o piso e planejar o layout das peças, é a hora de escolher a melhor argamassa para esse serviço. Ela deve ser selecionada considerando o local em que será aplicada, como um ambiente externo ou interno, e o piso que vai ser assentado.

Digamos, por exemplo, que a argamassa vai ser colocada em um ambiente externo e molhado. É fundamental utilizar o modelo de argamassa feito para esse tipo de espaço, porque assim ela vai conseguir se fixar no ambiente e cumprirá bem suas funções.

Já se você usar uma argamassa que não é feita para locais úmidos, dificilmente ela vai se firmar nos pisos. Com isso, o assentamento vai se desfazer em pouco tempo e seus clientes vão ter que fazer uma reforma meses após receberem a obra pronta.

Independentemente do tipo de argamassa que você tiver que adquirir, é importante ter sempre em mente que ela deve ser de qualidade. Afinal, se a argamassa for ideal para o seu projeto, mas não tiver alta qualidade, ela vai prejudicar seu projeto da mesma forma.

Isso vai acontecer porque uma argamassa de baixa qualidade possui também baixa durabilidade e adesão. Então, ela não vai conseguir realizar suas funções por muito tempo.

Tenha ferramentas adequadas

Para fazer um excelente assentamento de piso, você ainda deve ter ferramentas de qualidade e adequadas para essa tarefa. Existem diversas que devem ser utilizadas, sendo que as principais são:

·         Martelo de borracha;

·         Suporte de régua;

·         Nivelador de piso;

·         Desempenadeira dentada de aço;

·         Aplicador de argamassa;

·         Cortador de piso;

·         Serra circular;

·         Cruzetas de plástico (ou espaçador).

Em relação à desempenadeira, é fundamental lembrar que o modelo usado em seu trabalho vai depender do tamanho do piso a ser cortado. Se ele for pequeno, por exemplo, os dentes da ferramenta devem ser de um tamanho. Já se o piso for grande, é necessário ter uma desempenadeira com dentes maiores para fazer uma boa aplicação da argamassa.

Além disso, para usar determinados materiais, como o cortador de piso, você precisa estar protegido para não se machucar durante o serviço. É necessário usar certos equipamentos, por exemplo, luvas e óculos. Então, não se esqueça desses itens quando estiver separando as ferramentas para realizar o assentamento de piso.

Passo a passo do assentamento de piso

Após saber como planejar e se preparar para o assentamento, você deve partir para a parte prática do serviço! Veja, agora, como é o passo a passo dessa atividade:

Analise a superfície e limpe-a

O primeiro passo do assentamento é verificar se a superfície está irregular, com problemas como caroços e poças. Caso ela esteja irregular, você vai ter que arrumá-la para que os pisos não fiquem desnivelados. Isso pode atrasar um pouco a obra, mas é necessário para que o assentamento e a construção tenham qualidade.

Depois de consertar a superfície, você tem que limpá-la completamente para que nenhuma sujeira prejudique a fixação da argamassa. Nessa limpeza, você deve retirar poeiras, restos de tintas, gessos, outras argamassas e todo tipo de sujeira do ambiente.

É indicado fazer essa tarefa com uma vassoura de piaçava, mas se o local estiver muito sujo você ainda pode lavá-lo com água sob pressão e certos líquidos, como óleos e produtos químicos.

Se o chão ou parede de seu projeto já estiver regular, você deve começar o assentamento direto pela limpeza. E, após finalizar essa tarefa, lembre-se de que a superfície tem que estar totalmente seca para receber a aplicação da argamassa.

Prepare a argamassa

A segunda ação que você deve realizar no assentamento é a preparação da argamassa. Separe uma bacia bem seca e limpa, despeje a argamassa e água nesse recipiente de acordo com as quantidades indicadas pelo fabricante. Depois, misture esses 2 componentes.

É fundamental que você siga as instruções do fabricante, porque dessa maneira a argamassa vai ficar na consistência ideal para fazer o trabalho. Por outro lado, se você usar mais ou menos água do que o recomendado, pode ser que a argamassa não atinja um ponto bom.

Se isso acontecer, você vai prejudicar seu próprio trabalho. Afinal, se você usar essa argamassa, seu serviço não será de qualidade. E, se não utilizar, terá retrabalhos e precisará gastar mais materiais do que o previsto.

Quando a argamassa estiver no ponto adequado, deixe-a descansando também pelo tempo recomendado pelo fabricante antes de aplicá-la. Lembre-se de colocá-la em um local coberto para que ela não fique exposta às variações climáticas, como chuvas e o sol.

Aplique a argamassa na superfície

Depois de preparar a argamassa e deixá-la descansando, você tem que aplicar a mistura na superfície do ambiente. Você deve aplicar uma camada que tenha entre 4 e 5 mm no local usando a parte lisa da desempenadeira de aço.

Em seguida, é preciso criar sulcos paralelos na argamassa com o lado dentado da desempenadeira. É essencial que você use toda a argamassa em até duas horas, porque depois desse tempo ela já não está mais ideal para aplicação. Então, caso ainda haja argamassa após esse período, você tem que jogá-la fora.

Se você estiver fazendo o assentamento de pisos grandes, como de peças maiores que 30×30 cm, não se esqueça ainda de que você deve aplicar a argamassa também nos pisos. Essa aplicação tem que ser feita da mesma forma que na superfície, ou seja, com a parte lisa e depois você deve passar o lado dentado para criar os sulcos.

Assente as peças

O quarto passo do assentamento é justamente assentar as peças. Você tem que posicionar o piso em cima da argamassa, com suas mãos, e ir movimentando o item de forma leve até que ele fique no local ideal.

Nesse momento, o nivelador de piso é uma ferramenta essencial, que te ajuda a garantir que as peças estão niveladas. Quando verificar que o nível do piso está correto, você deve usar o martelo de borracha para garantir que ele vai fixar bem as peças sobre a argamassa.

Apesar de esse martelo ser mais leve, sempre tome cuidado para não bater a ferramenta com força nas peças, porque esse movimento pode rachá-las ou quebrá-las.

Aqui, ainda é fundamental usar os espaçadores, ou cruzetas de plástico, entre os pisos para ter certeza de que eles estão alinhados e com o espaçamento correto. Repita essas ações até preencher o ambiente com as peças.

Faça recortes nos pisos

Nos cantos da superfície, geralmente é preciso cortar os pisos já que não sobra um espaço perfeito para eles se encaixarem. O recorte pode ser feito com serra mármore ou cortadores de piso, de acordo com sua preferência e as demandas do projeto.

O ideal é você marcar com uma caneta os locais da peça que precisam ser recortados para que os cortes sejam bastante exatos. Como essa ação é mais perigosa, tome cuidado e faça cada passo com calma. 

Se necessário, use equipamentos de segurança. Colocar óculos de proteção, por exemplo, é uma boa ideia para realizar essa parte do assentamento.

Quando você recortar essas últimas peças e assentá-las, o trabalho vai estar pronto? Não! Você ainda tem que tirar o excesso da argamassa que pode ficar entre os pisos com uma espátula. Retire todos os excessos e, em seguida, passe um pano nas peças para que elas fiquem limpas.

O que fazer depois do assentamento

Após terminar o assentamento, você ainda precisa cumprir algumas tarefas para garantir que o seu trabalho vai ter um bom resultado. Aqui, listamos essas atividades para que você faça um ótimo serviço e agrade seus clientes!

Proíba temporariamente o acesso à área

Toda argamassa tem um tempo de secagem, que geralmente varia de 48 a 72 horas. Nesse período, você deve proibir o acesso ao local em que o assentamento foi feito para que a mistura possa secar bem e se fixar de forma adequada.

Para saber quanto tempo a sua argamassa demora para secar, basta procurar por essa informação na embalagem do produto.

Verifique o estado das peças

Quando o período de secagem acabar, vá ao ambiente e verifique o estado das peças para conferir se elas não estão lascadas, quebradas ou mal colocadas. Olhe atentamente e, se encontrar algum piso com problema, retire-o e faça o assentamento de novo.

Faça o rejunte

Em seguida, o rejunte tem que ser preparado e aplicado entre as juntas dos pisos para impermeabilizar o local e, assim, finalizar o assentamento das peças. Da mesma forma que no caso da argamassa, após algumas horas da secagem do rejunte, você ainda tem que tirar o excesso da mistura que pode acabar ficando nos pisos.

Limpe novamente o local

Com o rejunte na superfície, você precisa isolar o ambiente novamente para que o produto seque totalmente. Verifique o tempo necessário para isso e proíba o tráfego de pessoas durante esse período.

Depois, você tem que limpar o local novamente para retirar sujeiras da área, como poeiras e restos de produtos. Assim, sua obra vai ficar limpa e pronta para impressionar seus clientes!

Assentar pisos não é uma tarefa difícil, mas ela exige muito cuidado, paciência e delicadeza do profissional, já que possui várias etapas. Além disso, somente com essas características, as peças vão se fixar bem à argamassa e o serviço vai ter um bom resultado.

Então, siga o nosso guia completo quando for realizar esse tipo de trabalho para ter certeza de que está cumprindo todos os passos da maneira correta. E, para conferir mais guias e novidades sobre trabalhos na construção civil, continue acessando nosso site!


2 comentários sobre “Assentamento de piso: guia completo

  1. Adorei esse guia foi muito útil para mim obrigada!
    Sem contar com os materiais que são muito importantes!

Deixe uma resposta para inovesuaobra Cancelar resposta

%d blogueiros gostam disto: