Como escolher a ferragem para a obra

A ferragem é um dos primeiros itens a ser comprado em uma obra. Afinal, ela é de extrema importância, constituindo a estrutura básica de um empreendimento – seja uma casa, estabelecimento comercial ou prédio.

Por ter tamanha importância, é vital escolher e usar materiais de construção de qualidade. Afinal, o primeiro passo para uma obra de qualidade é, justamente, comprar materiais de qualidade.

Neste conteúdo, vamos falar sobre o ferro das obras, comentando sobre sua importância. 

Essa é uma informação fundamental para qualquer pedreiro!

Como a ferragem é especificada na construção?

A ferragem tem sua especificação de acordo com sua resistência. Dessa forma, a nomenclatura se baseia no quanto o ferro consegue aguentar de pressão, geralmente em MPa.

As três classificações mais conhecidas são as seguintes:

  • Aço CA 50: sem dúvida, o aço CA 50 é um dos mais utilizados na construção civil, tendo tamanhos variados. Sua tensão de escoamento é de 500 MPa, e sua superfície é nervurada.
  • CA 25: por sua resistência de 250 MPa, este aço tem aplicabilidade em barras de transferência. Sua superfície é lisa, e seu diâmetro pode variar entre 6.3 e 40.0 mm.
  • Aço CA 60: Com resistência de 600 MPa, este aço é perfeito para estruturas pré-moldadas. Possui superfície lisa, e bitolas entre 4.2 e 9.5 mm.

Durante a construção, não se esqueça de usar espaçadores de qualidade. Aplicar grampos molfix e alicates também torna a construção mais profissional.

Quais são os tipos mais usados de ferragem?

As principais ferragens são:

  • Vergalhões 
  • Arames 
  • Telas nervuradas 
  • Estribos

Vamos comentar um pouco sobre cada uma delas.

Vergalhões

Os vergalhões são barras de aço, podendo ter diferentes especificações. No caso, a ideia é unir os vergalhões ao concreto, formando o concreto armado.

Via de regra, são necessários 100g de aço para cada metro quadrado de concreto. Essa proporção garante um ótimo resultado, sendo a dose certa de cada elemento.

Arames

Os arames funcionam bem em qualquer situação onde há necessidade de dobras e torções. Em geral, são usados para fixar os vergalhões junto ao concreto armado.

Sua maleabilidade só é possível graças à sua baixa quantidade de carbono, permitindo que dobre de acordo com a necessidade.

Esse material costuma ser vendido em rolos variados, desde 1 kg até 30 kg.

Telas nervuradas

As telas nervuradas são empregadas na armação de lajes, paredes de concreto armado, piscinas, pisos de concreto e assim por diante.

Ela é composta de fios de aço soldados, de forma a constituir uma malha de configuração quadrada ou retangular. Cada tipo de construção precisa de uma malha específica.

São peças que agilizam a obra, ao passo que economizam na mão de obra.

Estribos

Os estribos servem para solidificar a armadura antes da concretagem, assim como suportar o estresse da estrutura. Os pilares, quando equipados com estribos, ficam resistentes à flambagem, ou seja, de curvarem devido ao estresse da estrutura.

Estas são as ferragens mais comuns usadas na construção civil. Aproveite para ver mais materiais como este em nosso blog!


Deixe uma resposta