Terceirização na Construção Civil: Vantagens e desvantagens

A terceirização na construção civil é uma prática comum, dada a complexidade das obras. Sempre vai faltar algum recurso durante a construção, como a mão de obra, que pode ser obtido pela terceirização.

Tendo em vista a enorme relevância desse tema, preparamos um conteúdo com as principais vantagens e desvantagens dessa prática.

Boa leitura!

Quais são as vantagens da terceirização na construção civil?

Para que o projeto atinja os resultados esperados, é importante usar materiais de construção de qualidade e demais recursos de ponta. Porém, em alguns casos o uso desses recursos é pontual, não sendo cabível a aquisição de equipamentos ou novas contratação.

É aí que a terceirização na construção civil brilha.

As principais vantagens dessa prática são as seguintes:

Aumento de produtividade

Ao contratar uma empresa especializada em uma área da construção civil, sua obra consegue recursos, os quais permitem aumentar a produtividade. 

Dessa forma, uma contratação acertada tende a reduzir os prazos da obra, ao passo que aumenta a qualidade da mesma.

Redução de custos com mão de obra

Contratar novos funcionários significa encarar diversos custos, os quais podem não ser interessantes para a empresa. 

Quando falamos em demanda pontual, a terceirização é a melhor opção, dado que não traz as desvantagens de uma contratação formal de trabalhadores.

A redução de custos pode ser significativa, a depender do cenário.

Diminuição de gastos com manutenção

Outro ponto importante diz respeito às máquinas empregadas na obra. No caso, boa parte dos equipamentos possui preços elevados, os quais vão encarecer a obra como um todo.

Existem empresas especializadas na realização de certos procedimentos de construção, assim como empresas que oferecem aluguel de equipamentos. Ambas as opções são soluções para diminuir – ou extinguir – gastos com manutenções.

Transferência dos riscos

Quanto aos riscos da obra, a terceirização passa uma parcela deles para a empresa contratada. Em grandes projetos, essa transferência de riscos ajuda muito na hora de administrar o projeto.

E as principais desvantagens, quais são?

Agora que vimos algumas vantagens da terceirização na construção civil, vamos apresentar as principais desvantagens. Confira:

Necessidade de fiscalização da obra

A terceirização requer um contrato, o qual possui diversos direitos e deveres. As cláusulas são pactuadas entre as partes, assim como obedecem a legislação vigente no país.

Porém, para garantir que o serviço está sendo prestado com maestria, a contratante precisa fiscalizar a obra – o que pode causar dores de cabeça, às vezes.

Risco de empresa com baixa qualificação

Se a escolha da empresa não for feita com cuidado, corre-se o risco de contratar um prestador de serviços ruim. Dessa forma, todas as vantagens mencionadas na seção anterior vão por água abaixo.

Aumento da dependência de outras empresas

Por fim, repassar algumas de suas obrigações para terceiros gera dependência. Ou seja, você precisa que terceiros administrem e executem ações para você, tornando essas atividades fora de seu poder de gestão, de certa forma.

Em conclusão, a terceirização na construção civil é uma prática que precisa ser adotada com cautela, mas, quando bem empregada, traz muitas vantagens para o contratante!


Deixe uma resposta