Porcelanato e seu uso na Construção Civil

Se você quer saber um pouco mais sobre o porcelanato e seu uso na construção civil, nós podemos te ajudar. O porcelanato é um revestimento cerâmico, que possui uma grande gama de utilizações, podendo ser usado em:

  • Pisos;
  • Paredes;
  • Calçadas;
  • Piscinas;
  • Fachadas;
  • Bancadas.

Ou seja, é um tipo de revestimento que pode ser utilizado tanto nas áreas internas quanto nas áreas externas. Por isso, é um dos tipos de revestimento que mais agradam as pessoas e utilizar o material nas suas obras é uma boa forma de garantir clientes muito satisfeitos.

Quer saber onde usar o porcelanato na sua obra, bem como os principais tipos de porcelanato e as vantagens desse tipo de revestimento? É só ler até o final do conteúdo que preparamos especialmente para você.

Onde usar o porcelanato na sua obra

Por ser um revestimento muito durável e que tem baixa absorção de água, o porcelanato pode ser utilizado de várias formas na sua obra. Seja em áreas secas ou áreas molhadas, há sempre um tipo de porcelanato ideal para cada projeto.

A grande diferença entre o porcelanato e os outros revestimentos cerâmicos está na sua fabricação. O porcelanato é fabricado com materiais nobres, que são submetidos a uma alta temperatura, o que resulta em um material de grande durabilidade, além de ser muito bonito.

Atualmente, há várias empresas que fabricam o porcelanato, por isso, a variedade de padrões e cores são cada vez maiores. Dessa forma, é possível utilizar o porcelanato como solução de revestimento sem deixar suas obras com a mesma aparência.

Por isso, preparamos alguns exemplos que você pode se inspirar sobre onde usar o porcelanato e agregar ainda mais valor para as suas obras.

Pisos, paredes, calçadas

O porcelanato pode ser utilizado nos pisos, tanto internos quanto externos, basta apenas selecionar o tipo ideal para cada ambiente. Por exemplo, em áreas internas, pode ser utilizado os modelos de porcelanatos mais lisos, que são mais fáceis de limpar, mas também são escorregadios quando ficam molhados.

Por isso, para as áreas externas é indicado a utilização de porcelanatos que sejam indicados para esses ambientes. O mesmo acontece para a utilização nas calçadas, basta utilizar o porcelanato para áreas externas e utilizar o porcelanato que mais se adequa ao estilo da obra.

Sendo assim, você pode utilizar o porcelanato como revestimento, seja ele interno ou externo. Já para as paredes, não é preciso estar atento para a segurança, por isso, basta escolher os revestimentos que mais se adequem para cada situação.

Para isso, é preciso levar em consideração os elementos do ambiente, bem como o gosto do cliente, a necessidade e o efeito estético.  

Bancadas, lareiras, churrasqueiras

O porcelanato está ganhando cada vez mais destaque nos ambientes, sendo utilizado até mesmo em bancadas, cubas, lareiras e churrasqueiras. Assim como os pisos, os porcelanatos para essas áreas podem ser tanto polidos quanto naturais, sendo os naturais mais recomendados para cozinhas com alto uso.

Outra dica é utilizar os chamados porcelanato color body, que são porcelanatos do tipo técnico mas que possuem também esmaltação. Além disso, esse tipo de porcelanato não possui diferença de coloração entre a superfície e a base, sendo ideal para detalhes, cantos e cortes.

Por isso, se você quer elevar ainda mais o nível da sua obra, utilizar o porcelanato nas bancadas da cozinha é uma boa opção. Com o porcelanato, você pode até mesmo simular o efeito de madeira nas bancadas, mas com uma resistência muito maior e menos problemas de manutenção.

O mesmo acontece em lareiras e churrasqueiras, que podem receber o revestimento como uma forma de melhorar a qualidade visual dos ambientes. Outro local que o porcelanato está sendo muito utilizado é nas bancadas de banheiro.

O grande motivo é que com o uso do porcelanato é possível simular materiais mais caros, como o mármore Carrara.  

Fachadas, muros, pórticos

As fachadas, muros e pórticos também são ótimas opções para se utilizar o porcelanato como revestimento. Por ser um material extremamente resistente, vai agregar ainda mais valor para a obra que está sendo realizada.

Além disso, é um material perfeito para ser utilizado também em estabelecimentos comerciais e empresas. Por sua resistência e também pela sua baixa necessidade de manutenção e limpeza, é um material ideal para ser utilizado nesses locais.

Por isso, os muros e pórticos, que geralmente ficam esquecidos durante a obra, podem também receber um revestimento em porcelanato. Além de deixar a obra muito mais bonita visualmente, o porcelanato é uma boa forma de revestimento por ser bem fácil de limpar.

Já nas fachadas, o porcelanato também é destaque, principalmente em fachadas ventiladas. Para esses casos, bem como nos muros e pórticos, os porcelanatos mais indicados são aqueles com grandes formatos, diminuindo as emendas.

Além disso, quanto maior for a placa, mais homogênea ficará a fachada, dando um visual ainda mais bonito. Por isso, quando seu cliente pedir sugestões para a fachada, bem como para os muros, o porcelanato pode ser uma ótima opção para recomendar.

Para escolher o porcelanato ideal para esses locais, uma boa dica é utilizar os modelos com grandes formatos, podendo ser:

  • Com cores vivas;
  • Com textura de pedra;
  • Com efeito metalizado.

A escolha vai depender muito do estilo da obra e também do uso, mas é uma ótima opção tanto para residências quanto para edifícios comerciais e empresariais.

Decoração

Por ter diversos tamanhos, formatos e estampas, o porcelanato tem se tornado destaque também na decoração dos ambientes. Ao escolher o modelo ideal para a sua obra, você pode:

  • Decorar a borda e o interior de piscinas;
  • Decorar o entorno de canteiros;
  • Decorar o contorno de fontes e de espelhos d’água;
  • Decorar muretas e divisórias.

Além disso, o porcelanato pode ser aplicado para a criação de painéis e murais, bem como para fazer acabamentos de meia parede. Por isso, além de ser um material versátil e durável, é um aliado também na decoração dos ambientes.

A dica é sempre utilizar os porcelanatos para criar uma decoração que seja condizente com o restante da obra, seguindo um mesmo estilo. 

Os tipos de porcelanato

Saber os tipos de porcelanato é essencial, não só para deixar os ambientes mais bonitos, mas também mais seguros. As empresas que fabricam porcelanato desenvolvem tipos diferentes e específicos de porcelanato para cada ambiente.

Por isso, sempre que for procurar por opções de porcelanato, é essencial estar de olho nas especificações de uso de cada modelo. Você pode encontrar essas informações tanto nas caixas dos produtos quanto no site, podendo saber as informações antes mesmo de efetuar a compra.

Atualmente, o mercado conta com dois tipos de porcelanato: o porcelanato técnico e o porcelanato esmaltado. Os dois tipos de porcelanato contam com grande resistência mecânica, sendo a única diferença entre eles que o segundo tipo recebe uma camada de esmalte na superfície. 

Agora, tanto o porcelanato técnico quanto o porcelanato esmaltado podem ter acabamentos superficiais diferentes, sendo os principais:

  • Porcelanato polido: é um porcelanato liso e brilhante, que fica bastante escorregadio ao entrar em contato com a água. Por isso, é bastante indicado para áreas secas como salas e quartos;
  • Porcelanato natural: é o modelo de porcelanato mais fosco, mas que ainda possui superfície bem lisa e um pouco brilhante. É um material pouco escorregadio e de fácil limpeza, ideal para locais comerciais e áreas molhadas como banheiros e áreas de serviço;
  • Porcelanato ext (externo): é um porcelanato mais áspero, sendo muito resistente ao escorregamento, mas um pouco mais difícil de limpar. É muito utilizado em áreas externas, como calçadas e decks de piscinas.

Acabamento da borda

Além disso, os porcelanatos podem ser diferenciados de acordo com o acabamento da borda, que pode ser retificada ou do tipo bold. O tipo de porcelanato com borda retificada é aquele que possui um corte mais preciso, diminuindo o espaçamento entre as placas.

O porcelanato retificado só precisa de uma junta de dilatação com aproximadamente 1,5mm, garantindo um efeito visual muito mais elegante para o ambiente. O porcelanato do tipo retificado faz com que as juntas sejam muito menos aparentes, garantindo um visual como se feito com uma única peça de revestimento.

O porcelanato tipo bold é o que possui borda arredondada igual aos outros revestimentos cerâmicos tradicionais. É o tipo mais comum e também o mais barato, considerando o valor do porcelanato retificado.

O porcelanato do tipo bold precisa de uma junta que fica em torno de 3mm, sendo de instalação mais simples se considerado o porcelanato retificado. Por causa do espaçamento entre uma placa e outra, é um tipo de revestimento que não terá o mesmo acabamento de um porcelanato retificado.

Depois de escolher o tipo certo para cada ambiente da sua obra, basta escolher aqueles que tenham o acabamento superficial mais indicado para cada um. Para isso, você pode até mesmo mesclar os tipos de porcelanato e ver quais deles combinam uns com os outros.

As vantagens do porcelanato

São muitas as vantagens do porcelanato, sendo as principais a durabilidade, a versatilidade e o valor agregado do revestimento. Por isso, é uma ótima opção para usar como solução de revestimento na sua obra, seja ela residencial ou comercial.

Durabilidade

A durabilidade é a grande vantagem do porcelanato. Fabricado em altas temperaturas, é um material que possui durabilidade bastante superior a outros tipos de revestimentos cerâmicos.

Além disso, por ser um revestimento fabricado com materiais nobres, o porcelanato possui grande resistência a água e a manchas e a impactos em geral. Esse fato faz com que a durabilidade do material seja ainda maior, podendo ser utilizado nas mais diversas situações.

Versatilidade

O porcelanato pode ser considerado como o tipo de revestimento cerâmico mais versátil do mercado, pois pode ser utilizado em todo tipo de obra. O porcelanato é uma ótima solução para pisos, paredes, muros e até mesmo fachadas de edifícios, além de poder ser utilizado para substituir pedras naturais.

Dessa forma, além de ser versátil, ele também é ecológico, já que a utilização de pedras naturais depende da extração de matéria prima. A versatilidade do produto também está na infinidade de acabamentos e texturas, que podem imitar madeira, pedras, concreto e até mesmo metal.

Além disso, o porcelanato possui uma gama de tamanhos diferentes, garantindo uma utilização ainda mais variada. Por isso, você pode escolher não só o acabamento superficial, como também o tamanho ideal para cada obra realizada.

O porcelanato é considerado um piso frio, por isso, pode ser uma ótima escolha para locais mais quentes. Mas isso não impede que o material seja utilizado em locais com clima mais ameno, já que o porcelanato é amplamente utilizado em locais como Itália e Espanha.

O valor agregado

Ao utilizar porcelanato você garante que a sua obra tenha muito mais valor agregado a ela, por ser um revestimento considerado nobre. Por isso, é uma boa forma de garantir que a sua obra tenha uma qualidade ainda maior, além de ter um resultado estético muito mais bonito.

A história do porcelanato

O porcelanato é um tipo de revestimento bastante novo, já que foi criado na Europa em meados de 1980. Os primeiros produtores do revestimento eram da Itália e também da Espanha e foi só na década seguinte que outros países começaram a produzir o porcelanato.

Já no Brasil, o porcelanato começou a ser produzido no final da década de 90, e foi nessa época que a utilização do revestimento começou a se expandir. Atualmente, várias empresas fabricam o porcelanato no Brasil, garantindo uma grande variedade de acabamentos e também de preços.

Por isso, é um tipo de revestimento que pode ser utilizado tanto em obras com orçamento mais baixo quanto em obras de alto padrão.

Agora você já sabe um pouco mais sobre o porcelanato e seu uso na construção civil, bem como os locais onde o revestimento pode ser utilizado na sua obra. Além disso, você já sabe um pouco sobre os tipos de porcelanato e qual deles é indicado para cada ambiente.

Por isso, você só precisa pesquisar os melhores porcelanatos para cada ambiente e para cada obra que você fizer. Assim, você garante muito mais qualidade na sua obra, além de um resultado estético muito mais bonito.


Deixe uma resposta